23 dezembro, 2009

O aprendizado ao longo dos anos:


- Aprendi que peixinhos dourados não gostam de gelatina. (5 anos)

- Aprendi que meu pai pode dizer um monte de palavras que eu não posso. (8 anos)

- Aprendi que minha professora sempre me chama quando eu não sei a resposta. (9 anos)

- Aprendi que se pode estar apaixonado por 4 garotas ao mesmo tempo. (9 anos)

- Aprendi que os meus melhores amigos são os que sempre me metem em confusão. (11 anos)

- Aprendi que se tenho problemas na escola, tenho mais ainda em casa. (11 anos)

- Aprendi que quando meu quarto fica do jeito que quero, minha mãe manda eu arrumá-lo. (13 anos)

- Aprendi que não se deve descarregar suas frustrações no seu irmão menor, porque seu pai tem frustrações maiores e mão mais pesada. (15 anos)

- Aprendi que os grandes problemas sempre começam pequenos. (20 anos)

- Aprendi que nunca devo elogiar a comida de minha mãe quando estou comendo alguma coisa que minha mulher preparou. (25 anos)

- Aprendi que se pode fazer num instante algo que vai lhe dar dor de cabeça a vida toda. (28 anos)

- Aprendi que para todo o lugar que vou, os piores motoristas me seguem. (29 anos)

- Aprendi que casais que não tem filhos, sabem melhor como você deve educar os seus. (29 anos)

- Aprendi que é mais fácil fazer amigo do que se livrar dele. (30 anos)

- Aprendi que mulheres gostam de ganhar flores, especialmente sem nenhum motivo. (33 anos)

- Aprendi que não cometo muitos erros com a boca fechada. (34 anos)

- Aprendi que existem duas coisas essenciais para um casamento feliz: contas bancárias e banheiros separados. (36 anos)

- Aprendi que se quiser ser convidado a festas, tenho que dá-las. (38 anos)

- Aprendi que toda a vez que estou viajando gostaria de estar em casa e toda vez que estou em casa gostaria de estar viajando. (38 anos)

- Aprendi que a época que preciso realmente de férias é justamente quando acabei de voltar delas. (38 anos)

- Aprendi que nunca se conhece bem os amigos até que se tire férias com eles. (41 anos)

- Aprendi que se você está levando uma vida sem fracassos, você não está correndo riscos o suficiente. (42 anos)

- Aprendi que casar por dinheiro é a maneira mais difícil de conseguí-lo. (42 anos)

- Aprendi que você pode fazer alguém ganhar o dia simplesmente mandando-lhe um pequeno cartão. (44 anos)

- Aprendi que a qualidade de serviço de um hotel é diretamente proporcional a espessura das toalhas. (46 anos)

- Aprendi que crianças e avós são aliados naturais. (47 anos)

- Aprendi que se você cuidar bem de seus empregados, eles cuidarão bem e seus clientes. (49 anos)

- Aprendi que quando chego atrasado ao trabalho, meu patrão chega cedo. (51 anos)

- Aprendi que o objeto mais importante de um escritório é a lata de lixo. (54 anos)

- Aprendi que é impossível tirar férias sem engordar cinco quilos. (55 anos)

- Aprendi que é legal curtir o sucesso, mas não se deve acreditar muito nele. (63 anos)

- Aprendi que não posso mudar o que passou, mas posso deixar pra lá. (63 anos)

- Aprendi que a maioria das coisas com que me preocupo, nunca acontecem. (64 anos)

- Aprendi que todas as pessoas que dizem que “dinheiro não é tudo” geralmente tem muito. (66 anos)

- Aprendi que se você espera se aposentar para começar a viver, esperou tempo demais. (67 anos)

- Aprendi que nunca você deve ir para cama sem resolver uma briga. (71 anos)

- Aprendi que quando as coisas vão mal, eu não tenho que ir com elas. (72 anos)

- Aprendi que envelhecer é importante se você é um queijo. (76 anos)

- Aprendi que te amei menos do que deveria. (91 anos)

- Aprendi que tenho muito a aprender. (92 anos)

As crianças não são mais como antigamente:


Assustador...

Para refletir...


"Crie filhos em vez de herdeiros."

"Dinheiro só chama dinheiro, não chama para um cineminha, nem para tomar um sorvete."

"Não deixe que o trabalho sobre sua mesa tampe a vista da janela."

"Não é justo fazer declarações anuais ao Fisco e nenhuma para quem você ama."

"Para cada almoço de negócios, faça um jantar à luz de velas."

"Por que as semanas demoram tanto e os anos passam tão rapidinho?"

"Quantas reuniões foram mesmo esta semana? Reúna os amigos."

"Trabalhe, trabalhe, trabalhe. Mas não se esqueça, vírgulas significam pausas..."


"...e quem sabe assim você seja promovido a melhor (amigo/pai/mãe/filho//filha/namorada/namorado/marido/esposa/irmão/irmã... etc.) do mundo!"

"Você pode dar uma festa sem dinheiro. Mas não sem amigos."


Campanha publicitária do Citibank espalhada pela cidade de São Paulo através de Outdoors.

13 dezembro, 2009

O que escrever em seu túmulo se você é....


ESPÍRITA
Volto já.

INTERNAUTA
www.aquijaz.com.br

ALCOÓLATRA
Enfim, sóbrio.

ARQUEÓLOGO
Enfim, fóssil.

ASSISTENTE SOCIAL
Alguém aí, me ajude!

BROTHER
Fui.

CARTUNISTA
Partiu sem deixar traços.

DELEGADO
Tá olhando o quê? Circulando, circulando...

ECOLOGISTA
Entrei em extinção.

ENÓLOGO
Cadáver envelhecido em caixão de carvalho, aroma formol e after tasting que denota presença de microorganismos diversos.

FUNCIONÁRIO PÚBLICO
É no túmulo ao lado.

GARANHÃO
Rígido, como sempre.

GAY
Virei purpurina.

HERÓI
Corri para o lado errado.

HUMORISTA
Isto não tem a menor graça.

JANGADEIRO DIABÉTICO
Foi doce morrer no mar.

JUDEU
O que vocês estão fazendo aqui? Quem está tomando Conta do lojinha?

PESSIMISTA
Aposto que está fazendo o maior frio no inferno.

PSICANALISTA
A eternidade não passa de um complexo de superioridade mal resolvido.

SANITARISTA
Sujou!!!

SEX SYMBOL
Agora, só a terra vai comer.

VICIADO
Enfim, pó!

ADVOGADO
Disseram que morri.... mas vou recorrer!!!

HIPOCONDRÍACO
Eu não disse que estava doente?!?!

AGRÔNOMO
Favor regar o solo com Neguvon. Evita vermes.

09 dezembro, 2009

Receita para um casal nunca brigar:

Um casal foi entrevistado num programa de TV porque estava casado há 50 anos e nunca tinham discutido. O repórter, curioso, pergunta ao homem:
- Mas vocês nunca discutiram mesmo?
- Não.
- Como é possível isso acontecer?
- Bem, quando nos casamos, a minha esposa tinha uma gatinha de estimação que amava muito. Era a criatura que ela mais amava na vida.
No dia do nosso casamento, fomos para a lua-de-mel e minha esposa fez questão de levar a gatinha. Andamos, passeamos, nos divertimos e a gatinha sempre conosco, mas certo dia a gatinha arranhou minha esposa.
A minha esposa olhou bem para a gatinha e disse:
- Um.
Algum tempo depois a danada da gatinha arranhou minha esposa novamente. A minha esposa olhou para a gatinha e disse:
- Dois...
Na terceira vez que a gatinha lhe deu uma arranhada, minha esposa sacou uma espingarda e deu uns cinco tiros na bichinha. Eu fiquei apavorado e perguntei:
- Sua ignorante desalmada! Porque você fez uma coisa dessas, mulher?
A minha esposa olhou para mim e disse:
- Um!
Depois disso, nunca mais discutimos.

Lições de Marketing







Tempos Modernos

07 dezembro, 2009

ENSINAMENTOS DAS MÃES DE ANTIGAMENTE!!!!

Pra lembrar e rir (ou chorar de saudade)
Coisas que nossas mães diziam e faziam...
Era uma forma, hoje condenada pelos educadores e psicólogos, mas funcionou com a gente e por isso não saímos seqüestrando a namorada, nem matando os outros por ai.



Minha mãe ensinou a VALORIZAR O SORRISO....
"ME RESPONDE DE NOVO E EU TE ARREBENTO OS DENTES!"

Minha mãe me ensinou a RETIDÃO.
"EU TE AJEITO NEM QUE SEJA NA PANCADA!"

Minha mãe me ensinou a DAR VALOR AO TRABALHO DOS OUTROS..
"SE VOCÊ E SEU IRMÃO QUEREM SE MATAR, VÃO PRA FORA. ACABEI DE LIMPAR A CASA!"

Minha mãe me ensinou LÓGICA E HIERARQUIA..-.
"PORQUE EU DIGO QUE É ASSIM! PONTO FINAL! QUEM É QUE MANDA AQUI?"

Minha mãe me ensinou o que éMOTIVAÇÃO...
"CONTINUA CHORANDO QUE EU VOU TE DAR UMA RAZÃO VERDADEIRA PARA VC CHORAR!"

Minha mãe me ensinou a CONTRADIÇÃO...
" FECHA A BOCA E COME!"

Minha Mãe me ensinou sobre ANTECIPAÇÃO...
"ESPERA SÓ ATÉ SEU PAI CHEGAR EM CASA!"

Minha Mãe me ensinou sobre PACIÊNCIA...
"CALMA!... QUANDO CHEGARMOS EM CASA VOCÊ VAI VER SÓ..."

Minha Mãe me ensinou a ENFRENTAR OS DESAFIOS...
"OLHE PARA MIM! ME RESPONDA QUANDO EU TE FIZER UMA PERGUNTA!"

Minha Mãe me ensinou sobre RACIOCÍNIO LÓGICO...
"SE VOCÊ CAIR DESSA ÁRVORE VAI QUEBRAR O PESCOÇO E EU VOU TE DAR UMA SURRA!"

Minha Mãe me ensinou MEDICINA...
"PÁRA DE FICAR VESGO MENINO! PODE BATER UM VENTO E VOCÊ VAI FICAR ASSIM PARA SEMPRE."

Minha Mãe me ensinou sobre o REINO ANIMAL...
"SE VOCÊ NÃO COMER ESSAS VERDURAS, OS BICHOS DA SUA BARRIGA VÃO COMER VOCÊ!"

Minha Mãe me ensinou sobre GENÉTICA...
"VOCÊ É IGUALZINHO AO SEU PAI!"

Minha Mãe me ensinou sobre minhas RAÍZES...
"TÁ PENSANDO QUE NASCEU DE FAMÍLIA RICA É?"

Minha Mãe me ensinou sobre a SABEDORIA DE IDADE...
"QUANDO VOCÊ TIVER A MINHA IDADE, VOCÊ VAI ENTENDER."

Minha Mãe me ensinou sobreJUSTIÇA...
"UM DIA VOCÊ TERÁ SEUS FILHOS, E EU ESPERO ELES FAÇAM PRÁ VOCÊ O MESMO QUE VOCÊ FAZ PRA MIM! AÍ VOCÊ VAI VER O QUE É BOM!"

Minha mãe me ensinouRELIGIÃO...
"MELHOR REZAR PARA ESSA MANCHA SAIR DO TAPETE!"

Minha mãe me ensinou o BEIJO DE ESQUIMÓ....
"SE RABISCAR DE NOVO, EU ESFREGO SEU NARIZ NA PAREDE!"

Minha mãe me ensinou CONTORCIONISMO.-..
"OLHA SÓ ESSA ORELHA! QUE NOJO!"

Minha mãe me ensinou DETERMINAÇÃO..-.
"VAI FICAR AÍ SENTADO ATÉ COMER TODA COMIDA!"

Minha mãe me ensinou habilidades como VENTRÍLOGO...
"NÃO RESMUNGUE! CALA ESSA BOCA E ME DIGA POR QUE É QUE VOCÊ FEZ ISSO?"

Minha mãe me ensinou a SER OBJETIVO...
"EU TE AJEITO NUMA PANCADA SÓ!"

Minha mãe me ensinou a ESCUTAR ...
"SE VOCÊ NÃO ABAIXAR O VOLUME, EU VOU AÍ E QUEBRO ESSE RÁDIO!"

Minha mãe me ensinou a TER GOSTO PELOS ESTUDOS..
"SE EU FOR AÍ E VOCÊ NÃO TIVER TERMINADO ESSA LIÇÃO, VOCÊ JÁ SABE!..."

Minha mãe me ajudou na COORDENAÇÃO MOTORA...
"AJUNTA AGORA ESSES BRINQUEDOS!! PEGA UM POR UM!!"

Minha mãe me ensinou os NÚMEROS...
"VOU CONTAR ATÉ DEZ. SE ESSE VASO NÃO APARECER VOCÊ LEVA UMA SURRA!"

03 dezembro, 2009

Cícero, muito atual...

Na Roma antiga, Cícero já pensava coisas assim:



Mas mesmo nos dias de hoje, em Brasília:


02 dezembro, 2009

A Origem do Super Mario


Agora eu entendi tudo!

Simplesmente ridículo!


Cospobre, Cospodre, como você quiser...
As pessoas são capazes de fazer coisas ridículas...
Esse atingiu o nível máximo!

01 dezembro, 2009

Tirinhas...








Quer ver mais? Acesse o site www.malvados.com.br

As fases na vida de um gordo:

1. A Ilusão

Nessa fase, acha que é magro por natureza e nada pode mudar isso. Come muito e se exercita pouco.

A vida é um enorme rodízio de pizzas.



2. A Negação

Começa a receber apelidos como “Zé Barriguinha“. Acha uma extrema injustiça, e xinga todo mundo que vier falar que está gordo.

Vai a uma churrascaria para extravasar a raiva.





3. Um Princípio de Consciência

Começa finalmente a perceber que engordou, e decide tomar uma providência: pára de se pesar! Afinal, se não souber do problema, ele não existe.

Come uma barra de chocolate para relaxar.




4. O Susto

Quando finalmente se pesa, vê que está obeso e pensa: “Como fui chegar nesse ponto?”

Entra em depressão. Fica sem vontade de sair (”uma pessoa tão gorda não pode ser vista em público“), sem vontade de dormir, nenhuma vontade de trabalhar. Mas tem muita vontade de comer.

Fica extremamente deprimido quando é usado como ponto de referência:

- A impressora fica ali do lado daquele gordo.

Percebe também que não é mais o “loirinho” ou “aquele cara alto“. Passa a ser “o gordão“.

Come o estoque de comida de um mês em 3 dias, para aliviar a frustração.

5. A aceitação

Começa a fazer piadinhas de si próprio:

- O elevador vai cair agora que eu entrei!
- Eu só faço a posição “gangorra”!

Também começa a falar seu peso em toneladas. Ex.: 0,115 toneladas.

Tem orgulho das façanhas nas churrascarias e rodízios de pizza.

Critica a sociedade. Afinal, ela só julga as pessoas pela aparência.

Comemora a auto-aceitação comendo tudo que vê pela frente.

6. Um Princípio de Insatisfação

A vida é muito boa, com muitas orgias gastronômicas, mas algo está errado. Não faz mais sucesso com o sexo oposto, não é mais chamado para atividades que envolvam algum tipo de atividade física, e é sempre a vítima preferencial das piadinhas.

Pede uma pizza para ajudar a pensar se deve iniciar uma dieta.



7. O Surto

Até olhar-se no espelho lhe faz mal. Comprar roupas é a atividade mais depressiva do mundo. Culpa-se por ter deixado a banha ocupar a maior parte de seu corpo. Comer continua sendo bom, mas passou a ser um ato sempre acompanhado de culpa.

Durante essa fase, são inúmeros os momentos de loucura em que passa alguns dias comendo só duas folhas de alface, até não aguentar mais e comer tudo que tem na geladeira. Inclusive o que deixou vencer nos dias em que só comeu mato.

Tal qual um viciado, “injeta” chocolate na veia, seu único momento feliz do dia; depois, vem a culpa e a depressão.

8. Um Princípio de Consciência.

Recuperado da depressão da fase do surto, começa a perceber que pode mudar.

Essa fase é a famosa “Segunda eu começo!“.

Na verdade, o que o gordo pensa é: “Segunda eu começo! Então hoje vou fazer uma ‘despedida‘”.

E corre para a churrascaria no almoço, toma um pote de sorvete à tarde e vai a um rodízio de massas à noite.

Ah sim! Há uma regra não escrita nessa fase. Se não conseguir começar na segunda, é totalmente proibido ao gordo começar a dieta na terça. Nesse caso deve-se tirar a semana inteira para “despedidas”, para só na próxima segunda-feira começar a dieta.

9. A Consciência

Depois de ganhar mais de 5 kg nas “despedidas”, toma realmente consciência de que precisa melhorar. Mas ainda não sabe bem como. É a fase mais bizarra, e 80% dos gordos nunca passam dela.

É a época em que tenta-se de tudo.

Primeiro, o gordo passa 6 horas por dia fazendo exercícios e, após isso, come 1 quilo de comida. “Agora eu sou um atleta, então posso“.

Depois, experimenta as dietas da moda. Passa uma semana só tomando leite; 3 dias comendo ovo com laranja; 6 dias só tomando sopa; 5 dias tentando a dieta de Atkins; 5 dias a base de Shakes de dieta; e tenta até a famigerada dieta da USP, que nem da USP é.

Entre uma tentativa de dieta e outra, há uma recaída para a fase anterior. “Já que não deu certo essa dieta, na segunda eu começo outra! Qual é mesmo o número do disk-pizza? Preciso me despedir mais uma vez de uma bela meia portuguesa meia calabresa“.

10. Um Princípio de Mudança

Depois de aprender que fazer jejum completo ou ficar doente de tanto fazer exercícios são atitudes que, isoladas, não resolvem nada, ele passa a aprender como emagrecer de verdade. Vira especialista em dieta e exercícios.

Na verdade, fica obcecado. As únicas pessoas que respeita e admira são as que conheceu na academia. Olha horrorizado para os colegas de trabalho comendo aquela feijoada gordurosa no almoço ou tomando café com açúcar, aquele veneno branco. Faz longos discursos acerca dos males de uma alimentação ruim e da falta de exercícios.

Nesse momento, já não é um simples gordo.

É um gordo chato!

11. A mudança

Poucas pessoas chegam realmente nessa fase, onde a obsessão e a neura passam um pouco. Depois de persistir na dieta e nos exercícios ele se torna, novamente, um cara magro. Talvez até mais saudável do que era antes.

Tão saudável que acha que acha que nada pode mudar isso e…

Ops!! Começa tudo de novo!