27 dezembro, 2007

Amigos

Existem pessoas em nossas vidas que nos deixam felizes pelo simples fato de terem cruzado o nosso caminho. Algumas percorrem ao nosso lado, vendo muitas luas passarem, mas outras vemos apenas entre um passo e outro. A todas elas chamamos de amigo. Há muitos tipos de amigos. Talvez cada folha de uma árvore caracterize um deles.
O primeiro que nasce do broto é o amigo pai e o amigo mãe. Mostram o que é ter vida. Depois vem o amigo irmão, com quem dividimos o nosso espaço para que ele floresça como nós. Passamos a conhecer toda a família de folhas, a qual respeitamos e desejamos o bem. Mas o destino nos apresenta outros amigos, os quais não sabíamos que iam cruzar os nossos caminhos. Muitos desses denominamos amigos do peito, do coração. São sinceros, verdadeiros; sabem quando não estamos bem, sabem o que nos faz felizes...
Às vezes, um desses amigos do peito estala o nosso coração e então é chamado de amigo namorado. Este dá brilho aos nossos olhos, música aos nossos lábios, pulos aos nossos pés.
Mas também há aqueles amigos por um tempo, talvez umas férias ou mesmo um dia ou uma hora. Estes costumam colocar muitos sorrisos na nossa face, durante o tempo que estamos por perto.
Falando em perto, não podemos esquecer dos amigos distantes. Aqueles que ficam nas pontas dos galhos, mas que quando o vento sopra, sempre aparecem novamente entre uma folha e outra. O tempo passa, o verão se vai, o outono se aproxima, e perdem-se algumas de nossas folhas. Algumas nascem num outro verão e outras permanecem por muitas estações. Mas o que nos deixa mais felizes é que as que caíram continuam por perto, continuam alimentando a nossa raiz com alegria. Lembranças de momentos maravilhosos enquanto cruzavam o nosso caminho.

26 dezembro, 2007

As 5 perguntas que os homens odeiam e as mulheres adoram fazer:

1. Em que você está pensando?
2. Você me ama?
3. Você acha que estou gorda?
4. Você acha que ela é mais bonita do que eu?
5. O que você faria se eu morresse?

O que torna estas perguntas tão difíceis é que com certeza vai começar uma discussão se o homem responder incorretamente (isto é, se disser a verdade). Então, para ajudar, cada questão é analisada abaixo, juntamente com possíveis respostas.

Questão 1: Em que você está pensando?

A resposta apropriada é, claro:

"Desculpe-me se tenho andado pensativo, querida. Eu estava só refletindo sobre quão terna, maravilhosa, carinhosa, inteligente você é, e como tenho sorte em tê-la encontrado."

Esta resposta obviamente não tem a mínima semelhança com a resposta verdadeira, que, na maioria das vezes, é uma das seguintes:

a. Futebol
b. Mulher
c. Em como você está gorda.
d. Em como ela é mais bonita do que você.
e. Como eu gastaria o dinheiro do seguro, se você morresse.

Talvez a melhor resposta a esta pergunta seja a sugerida por Al Bundy, (aquele vendedor de sapatos da série "Um amor de família") que uma vez falou para Peg : "Se eu quisesse que você soubesse o que estava pensando, eu estaria falando com você!"

Questão 2: Você me ama?

A resposta apropriada é: "SIM!" ou, se você sentir que uma resposta mais detalhada vale a pena, "Sim, querida".

Respostas inapropriadas incluem:

a. A sim, p'ra car..amba
b. Se eu dissesse que sim, você se sentiria melhor?
c. Depende do que você entende por amor.
d. Isto importa?
e. Quem, eu?

Questão 3: Eu estou gorda?

A resposta correta é um enfático: "Claro que não!"
Entre as incorretas, estão:

a. Comparada com o quê?
b. Não diria gorda, mas você não está exatamente magra.
c. Uns quilinhos extras ficam bem em você.
d. Já vi mais gordas.
e. Claro que não, Free Willy.

Questão 4: Você acha que ela é mais bonita do que eu?

Mais uma vez, a resposta apropriada é um enfático: "Claro que não!"

Respostas incorretas incluem:

a. Sim, mas você tem mais personalidade.
b. Não mais bonita, mas, definitivamente, mais magra.
c. Não tão bonita quanto você na idade dela.
d. Defina bonita.

Questão 5: O que você faria se eu morresse?

Uma pergunta definitivamente sem saída. (A resposta verdadeira, claro, é "Compraria um Audi TT e um barco".)

Não importa qual seja a resposta, esteja preparado para, pelo menos, uma hora de perguntas e mais perguntas, mais ou menos nesta ordem:

MULHER: Você se casaria novamente?

HOMEM: Definitivamente, não!

MULHER: Por quê? Você não gosta de estar casado?

HOMEM: Claro que sim.

MULHER: Então, você não se casaria?

HOMEM: Ok, eu me casaria novamente.

MULHER: Casaria? (Com um olhar magoado.)

HOMEM: (Resmungo audível.)

MULHER: Você dormiria com ela na nossa cama?

HOMEM: Onde mais?

MULHER: Você guardaria minhas fotos e substituiria pelas fotos dela?

HOMEM: Isto seria o óbvio.

MULHER: E você a deixaria usar meus tacos de golfe?

HOMEM: Ela não pode; é canhota.

MULHER: - - - silêncio - - -

HOMEM: Puta merda ...!

;-)

19 dezembro, 2007

Pense nisso!

PACIÊNCIA
Arnaldo Jabor

Ah! Se vendessem paciência nas farmácias e supermercados... Muita gente iria gastar boa parte do salário nessa mercadoria tão rara hoje em dia.

Por muito pouco a madame que parece uma "lady" solta palavrões e berros que lembram as antigas "trabalhadoras do cais"... E o bem comportado executivo? O "cavalheiro" se transforma numa "besta selvagem" no trânsito que ele mesmo ajuda a tumultuar...

Os filhos atrapalham, os idosos incomodam, a voz da vizinha é um tormento, o jeito do chefe é demais para sua cabeça, a esposa virou uma chata, o marido uma "mala sem alça". Aquela velha amiga uma "alça sem mala", o emprego uma tortura, a escola uma chatice.

O cinema se arrasta, o teatro nem pensar, até o passeio virou novela. Outro dia, vi um jovem reclamando que o banco dele pela internet estava demorando a dar o saldo, eu me lembrei da fila dos bancos e balancei a cabeça, inconformado...

Vi uma moça abrindo um e-mail com um texto maravilhoso e ela deletou sem sequer ler o título, dizendo que era longo demais.

Pobres de nós, meninos e meninas sem paciência, sem tempo para a vida, sem tempo para Deus.

A paciência está em falta no mercado, e pelo jeito, a paciência sintética dos calmantes está cada vez mais em alta.

Pergunte para alguém, que você saiba que é "ansioso demais" onde ele quer chegar?
Qual é a finalidade de sua vida? Surpreenda-se com a falta de metas, com o vago de sua resposta.

E você? Onde você quer chegar? Está correndo tanto para quê? Por quem? Seu coração vai agüentar? Se você morrer hoje de infarto agudo do miocárdio o mundo vai parar?
A empresa que você trabalha vai acabar? As pessoas que você ama vão parar? Será que você conseguiu ler até aqui?

Respire... Acalme-se...

O mundo está apenas na sua primeira volta e, com certeza, no final do dia vai completar o seu giro ao redor do sol, com ou sem a sua paciência...

NÃO SOMOS SERES HUMANOS PASSANDO POR UMA EXPERIÊNCIA ESPIRITUAL.
SOMOS SERES ESPIRITUAIS PASSANDO POR UMA EXPERIÊNCIA HUMANA.